Segurança

Seguimos todas as normas de Segurança do Turismo de Aventura.
Passeio Certificado ABNT NBR ISO 21101

Observância aos Requisitos Legais

LEI Nº 11.771, DE  17 DE SETEMBRO DE 2008.

Art. 34.  São deveres dos prestadores de serviços turísticos:

DECRETO Nº 7.381, DE 2 DE DEZEMBRO DE 2010.

Art. 34.  Deverão as agências de turismo que comercializem serviços turísticos de aventura:

I - dispor de condutores de turismo conforme normas técnicas oficiais, dotados de conhecimentos necessários, com o intuito de proporcionar segurança e conforto aos clientes;

II - dispor de sistema de gestão de segurança implementado, conforme normas técnicas oficiais, adotadas em sistema nacional;

LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. (CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR)

Art. 39. É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas: (Redação dada pela Lei nº 8.884, de 11.6.1994)

VIII - colocar, no mercado de consumo, qualquer produto ou serviço em desacordo com as normas expedidas pelos órgãos oficiais competentes ou, se normas específicas não existirem, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas ou outra entidade credenciada pelo Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Conmetro);

Normas Técnicas Aplicadas

ABNT NBR ISO 21101:2014 – Turismo de Aventura - Sistema de Gestão da Segurança

ABNT NBR ISO 21102:2021 – Turismo de Aventura – Lideres Competência de Pessoal

ABNT NBR ISO 21103:2014 – Turismo de Aventura – Informações para participantes

ABNT NBR 16707:2018 – Turismo de Aventura – Turismo com veículos quadriciclos e triciclos – Requisitos para produto.

Sistema de Gestão de Segurança

Para sua segurança realizamos todos os procedimentos e protocolos constantes do nosso Procedimento Operacional Padrão – POP e do Plano de Atendimento Emergencial PAE, e mantemos nossos Riscos Controlados através de monitoramento e avaliação constante do Inventário de Perigos e Riscos em conformidade com o Sistema de Gestão da Segurança.